Torna-te perito nos teus piores atributos

Torna-te perito nos teus piores atributos

Ontem na aula que dei com o tema da Sombra, voltei a lembrar-me da importância de sermos peritos em nós mesmos.

Sermos peritos sobre as nossas qualidades e sermos peritos sobre as nossas menos valias.

Como se pudéssemos garantir que, no mundo todo, não exista mais ninguém que conheça tão bem os nossos melhores e piores atributos como nós.

Existem coisas em que és um zero à esquerda. E pior que isso. Existem coisas em que és mau, feio e abominável.

Ser perito nesses atributos é uma grande arma. Quando sabes exatamente aquilo que és, o bom e o mau, deixas de ficar refém da vergonha e da culpa. Deixas de ter medo do que as pessoas possam pensar sobre ti, porque tu já falas dessas coisas feias abertamente.

Se alguém te acusa de seres alguma dessas coisas, só precisas de responder: “É verdade, eu sei isso sobre mim. É feio, mas é o que é. Eu também sou isso, sim. É verdade.” Não és apanhado de surpresa. Não és apanhado a fingir que não és isso.

Muitas vezes achamos que, se formos mais perfeitos iremos ultrapassar o medo do que possam pensar sobre nós, iremos ultrapassar a vergonha de ser apanhados numa falha, iremos ultrapassar a culpa de não ter correspondido ao que os outros admiravam em nós.

Mas na verdade, é o oposto disso. É ao aceitar que somos mais que imperfeitos. É ao aceitar que também somos maus e feios e abomináveis que iremos libertar-nos da prisão de corresponder a uma imagem que o coletivo exige de nós.

Por isso, se te queres libertar do medo daquilo que os outros possam pensar de ti, o primeiro passo é saberes a verdade sobre ti. O bom e o mau. E depois falares disso com liberdade. Do bom e do mau. Seres isso com liberdade. O bom e o mau. Ambos.

Nesse momento, o que quer que pensem de ti, não é novidade. Já o sabes. Já o dizes. É o que é. Esse atributo detestável não é tudo o que tu és, mas também é o que tu és. E está tudo bem.

Por isso, torna-te perito em ti. No bom e no mau.
Se quiseres, e para começares este processo, podes escrever aqui em baixo uma palavra que descreva um dos teus piores atributos. Eu vou escrever o meu … não me deixes sozinha 😆😉

Até já!
Jo 💙