Eu vou saber lidar com tudo

Eu vou saber lidar com tudo

Esta sou eu, no Verão de 2011. Tinha 28 anos.

Foi um dos anos mais importantes da minha vida.
Poucas semanas depois desta fotografia ter sido tirada estava a demitir-me da empresa onde estava a trabalhar e a atirar-me para um mundo totalmente desconhecido. Não me atirei e mergulhei num instante, foi mais um mergulho que foi acontecendo ao longo dos meses que se seguiram, com muitas tempestades pelo caminho.

Foi também o ano em que adotei o meu Big que até hoje é das maiores alegrias da minha vida. Aliás esta é uma das primeiras fotografias que tirámos juntos.

Foi o ano em que troquei as primeiras palavras, pela primeira vez, com o homem que eu amo. Hoje em dia, temos dificuldade em estar calados um ao lado do outro 😂

Também foi um ano em que tomei más decisões e pelas quais paguei um preço bem alto. Imagino que na vida as coisas são assim mesmo. Grandes riscos levam a grandes recompensas, mas também a grandes quedas. É bom olhar para 2011 assim, com este aspeto dual.

Pouco depois desta fotografia ter sido tirada, exatamente por esta altura do ano, fiz a minha Certificação Internacional de Coaching. O primeiro dia da formação foi o meu último dia de trabalho na empresa onde estava. Não posso, por isso, responsabilizar a Certificação por tudo. Afinal de contas os saltos já estavam a ser dados. A Certificação só veio confirmar o que eu já sabia. O que eu já queria. Pode dizer-se que há uma Joana antes de 2011 e uma Joana depois de 2011. E essa transformação começou comigo.

Exatamente 8 anos depois, hoje, em 2019, posso dizer que continuo a pagar um preço alto pelas decisões que tomei nesse ano. O preço que pago todos os dias por ter uma vida mais coerente, mas livre, mais realizada, mais responsável, mais corajosa. Acredita que o preço é alto.

Grandes riscos, trazem grandes recompensas, mas também preços caros. Estou a sentir que chegou o momento para novos riscos, novos saltos, novas subidas, novas aventuras, novas montanhas e claro, novas recompensas e também novos preços.

Ao mesmo tempo que sinto alegria e entusiasmo, sinto aquele friozinho na barriga de quem não sabe onde se está a meter. Mas tal como aprendi, também em 2011, só há uma única coisa que eu preciso de me lembrar, talvez a coisa mais importante de todas …

Eu vou saber lidar com tudo.
E tu também.

Boa terça-feira!

Jo 💙