Como saber se chegou o fim?

Como saber se chegou o fim?

Ontem alguém me perguntou: “Como saber que é o momento para terminar uma relação? Como saber se realmente já acabou ou não?”

A minha primeira resposta foi: “Não sei!”
Obviamente não há uma única resposta. Os contextos são tantos como há pessoas no mundo e consequentemente também as respostas a esta questão. Mas decidi refletir sobre algumas possibilidades que podem ajudar uma ou outra pessoa. Não todas as pessoas mas, quem sabe, a ti.

A primeira coisa a pedir é muita honestidade.
Quais é que são os factos sobre a minha relação? Sobre mim? Sobre a outra pessoa? Não a minha interpretação dos factos. Não apenas o que eu oiço ou digo, mas o que faço e vejo fazer. Não as palavras, mas o amor em ação, na prática. Não o que eu gostava que fosse. Mas o que é. Este é o momento para sentir as coisas, mas também para ver a verdade dos factos, da realidade e ser objetivo. Ambos.

Por vezes estamos tão tristes que só vemos problemas, mas na verdade o amor está lá. Estamos apenas cegos. Por vezes estamos tão assustados que não vemos os problemas, e na verdade o amor já não está lá, pelo menos não está lá na prática. Estamos apenas cegos. Por isso, honestidade é o primeiro passo. Quais são os factos?

Depois é importante perceber se esta relação é, ou alguma vez foi, aquilo que eu desejo para a minha vida. É aqui que eu quero estar? É assim que eu quero viver? Aqui a pergunta chave é: QUERO? E a tua pessoa, também quer?

De seguida é necessário perceber se eu ainda acredito que é possível criar essa relação aqui onde estou atualmente, com a pessoa que tenho comigo, exatamente como ela é? Não como eu gostaria que ela fosse, mas como ela efetivamente é. Eu acredito nesta relação? Eu acredito em nós? Eu acredito que é possível? Aqui a pergunta chave é: ACREDITO? E a tua pessoa também acredita?

Finalmente, é fundamental perceber se estou disponível para ter a trabalheira desgraçada que vou ter de ter para transformar a mim mesmo e garantir que esta relação vai ser tudo aquilo que eu desejo e acredito que ela pode ser. Aqui a pergunta chave é: VOU FAZER? E a tua pessoa também vai fazer?

Se a cada uma destas perguntas responderes SIM, então é possível que haja espaço para deixar que o amor regresse com o vosso empenho para tal.

Se em alguma destas perguntas responderes NÃO, então tens algumas reflexões a fazer. É possível que tenha chegado o momento de dizer adeus. É possível que não. Acho que nesse caso haverá muitas mais perguntas a fazeres a ti mesmo. Quem sabe possa ser o fim da relação como a conheceste e esteja na hora de criares uma relação totalmente nova, mas com a mesma pessoa. Seja como for, eu tenho uma teoria …

Tu sabes.

É importante lembrar que só quando deixarmos de ter fins é que deixaremos de ter novos inícios. Por isso, para ti que estás no final de qualquer coisa, respira fundo. Vemo-nos na próxima jornada.

Até já!

Jo 💙