Cumpre as tuas promessas

Cumpre as tuas promessas

Dia 1 de Janeiro fui correr. Há meses que não ia correr. Fiquei contente comigo por ter começado o ano com uma corrida e decidi tirar uma fotografia do momento. A pessoa que ia comigo disse:
– “Vais colocar a fotografia no Facebook para toda a gente saber que agora vais começar a correr?”

A minha resposta instantânea e automática foi:
– “Achas? Eu não sou daquelas pessoas que hoje publica que vai sair do Facebook e dois dias depois já lá está batida outra vez. Se publicar que vou correr é porque vou mesmo correr.” Desatamos os dois a rir.

(Peço desde já desculpa a todas as pessoas que já disseram que iam deixar o Facebook e pouco tempo depois voltaram, mas é mesmo engraçado de se assistir)

Tenho por hábito só me comprometer com coisas que sei que vou cumprir garantidamente. Não o faço porque sou um ser humano iluminado, faço-o para me proteger. Não tenho cara para me comprometer publicamente com algo e depois não corresponder. Sinto vergonha só de pensar que os meus clientes, que se esforçam todos os dias para cumprir as suas metas, iam ver uma promessa pública minha que depois não seria cumprida. Para mim isso seria no mínimo incoerente e, pior ainda, significava que eu não estava a ser um exemplo para as pessoas que confiam em mim. Não conseguiria suportar essa ideia.

Os compromissos que faço publicamente são tão importantes para mim que às vezes até os utilizo para me empurrar para agir. Se publico, sei que tenho de o fazer. Ponto. Foi isso que aconteceu quando comecei a escrever o meu livro. Como queria mesmo acabá-lo e publicá-lo, partilhei publicamente que o estava a escrever e a partir daí já sabia … não tinha hipótese … tinha de o acabar. Se não o tivesse acabado não ia conseguir “olhar” para vocês.

Claro que toda a gente pode ficar aquém dos seus objetivos. Isso é perfeitamente normal. Acontece a todos e a mim também. Nem sempre conseguimos tudo exatamente como prevíamos. Mas ficar aquém dos seus compromissos, isso para mim é outra conversa.

Se dizes que vais fazer A e depois fazes B…
Se dizes que ainda hoje respondes sobre o assunto x e 2 dias depois, nada…
Se dizes que vais entregar algo todas as semanas e depois entregas isso uma vez por mês…
Todas essas promessas por cumprir, por muito pequenas que sejam, vão diminuindo a confiança das outras pessoas em ti como profissional, como amigo, como pessoa.

É como se estivesses a fazer levantamentos da conta bancária de credibilidade que tens na perspectiva das outras pessoas. Elas deixam de contar contigo, seja para as ajudares, seja para as inspirares, seja para o que for. Perdes coerência, perdes a confiança dos outros.

Por isso, a minha sugestão é:
Compromete-te apenas, única e exclusivamente com aquilo que sabes que vais inequivocamente cumprir. E cumpre-o.

Se te enganares, porque acontece a todos (eu incluída), sugiro que faças o seguinte:
Pede desculpa.
Pedir desculpa a ti e aos outros mostra que estás a assumir a responsabilidade pela promessa que fizeste e isso devolve credibilidade. Mesmo que não tenhas cumprido a tua promessa as pessoas percebem que tu sabes a gravidade disso e, por esse motivo, continuam a depositar a sua confiança em ti. E atenção, pedir desculpa não é o mesmo que dar desculpas. Pedir desculpa não é o mesmo que explicar o motivo pelo qual não cumpriste o que prometeste. Pedir desculpa é dizer estas duas palavrinhas “Peço desculpa”.

Depois se quiseres justificar o motivo pelo qual não cumpriste, estás à vontade. Mas atenção! Uma vez que te justificas, já não podes voltar a falhar com a tua promessa. Afinal de contas já sabes os motivos que originalmente te impediram de cumprir e se voltas a repetir … ups … lá se vai a tua credibilidade outra vez.

A confiança das pessoas é um diamante muito frágil. Não a tomes como garantida. Se estiveres continuamente a agredir o diamante com a tua incoerência, vai haver um dia em que vais riscar o diamante e esse risco nunca mais desaparece. Fica para sempre. As pessoas vão sempre olhar para ti com desconfiança porque não sabem com o que podem contar, não sabem se as vais deixar cair outra vez.

Por tudo isto, gostava de aproveitar este momento para te pedir desculpa a ti, se alguma vez falhei com algum compromisso que assumi para contigo e espero continuar a ser merecedora da tua confiança.

Até lá, prometo continuar a dar o melhor de mim para fazer grandes depósitos na tua conta bancária de confiança em mim.

Tem um dia bonito!

Jo 💙

(Entretanto esta semana já treinei 3 vezes, mas para já não há promessas nesse tema 😜)