Desiste mais vezes

Desiste mais vezes

Uma das frases de desenvolvimento pessoal que mais ouço é “Nunca desistas”. Essa é das frases com que eu menos concordo.

A questão é que para conseguires o que quer que seja na tua vida vais ter de desistir de muitas outras coisas. Por cada caminho escolhido há muitos outros que ficam por percorrer. Por cada “sim” que dizes há muitos “nãos” que foram ditos nesse momento. Eu própria se nunca tivesse desistido de muitas coisas, ainda hoje estava a tentar ter sucesso numa profissão que não me realizava, ainda hoje estava a tentar resolver os problemas de relações que não funcionavam ou ainda hoje estava a tentar ajudar pessoas que nunca pediram a minha ajuda para nada e que nem sequer acham que precisam dela (e têm toda a razão).

Se leste o meu livro “Tu Consegues” leste que me descrevo como uma fazedora. Adoro ser uma mulher prática que se sente no seu elemento quando está a produzir e a concretizar coisas. Pois essas são algumas das vantagens de ser uma fazedora. Mas, uma das desvantagem de ser uma fazedora é ser muito literal. Se alguém nos ensina algo, nós fazemos isso exatamente dessa maneira. Somos génios a seguir sistemas e metodologias. Mas o problema aqui é quando nos ensinam que “Nunca devemos desistir”. Essa crença leva-nos a ficar tempo de mais e casmurramente a tentar resolver algo da nossa vida sem refletir que há momentos em que temos de largar, deixar morrer, destruir para realmente poder vir a ter esse resultado que tanto queremos.

Se não, imagina o seguinte exemplo … Estás numa relação que não está a funcionar, mas como o teu maior desejo é ser feliz no amor, dizes a ti mesmo “Eu nunca vou desistir” e ficas anos a fio a tentar resolver a relação onde estás porque “desistir é feio” em vez de perceberes que desistir dessa relação é a melhor coisa que podias fazer para efetivamente poderes vir a ser feliz no amor muito em breve.

Desistir é na verdade o segredo para conseguires o teu objetivo, isto porque por vezes confundimos o objetivo com a solução que escolhemos para o atingir. Ninguém quer ver uma equipa de futebol a desistir de ganhar o jogo (que é o objetivo) mas toda a gente percebe que ao longo de um jogo ou de um campeonato é necessário mudar de tática, ou seja, desistir de umas táticas em função de outras, para que se consiga atingir o objetivo pretendido. Voltando ao exemplo da relação que não está a funcionar, se o teu objetivo é ser feliz no amor e a solução que escolheste é ter uma relação com a pessoa X e essa relação não está a funcionar, isso significa que tens, deves, é te exigido, que desistas dessa relação, ou seja que desistas da solução que escolheste para atingir esse objetivo. Talvez não faça sentido desistires à primeira, nem desistires sem realmente teres tentado fazer a relação funcionar, mas se honestamente já deste o melhor de ti durante muito tempo (quem sabe anos), então é possível que esteja na altura de desistir.

Sermos casmurros e ficarmos eternamente a insistir em atingir um objetivo com uma determinada solução que não está a funcionar é meio caminho andado para em breve desistires de tudo e começares a acreditar que ser feliz no amor não é possível. E nesse momento vais deitar tudo a perder porque desististe da coisa errada. Desististe do objetivo em vez de desistires da solução. Claro que é possível ser feliz no amor, só tens de escolher as soluções certas para o conseguir a cada momento. Elas vão certamente mudar ao longo do tempo e por isso, tens muito a desistir ao longo da vida se queres que esse objetivo se mantenha.

E quem fala do amor, fala do dinheiro, e da carreira e da saúde e de todas as áreas da tua vida. Se queres atingir qualquer objetivo na tua vida, deves desistir muitas vezes pelo caminho das soluções que escolheste e que não estão infelizmente a funcionar.

Por isso, quando vires a frase “Nunca desistas de nada” não sejas literal, desiste de muitas coisas porque de desistência em desistência vais descobrindo o caminho certo para chegares ao teu sonho.

Tem uma linda semana!
Jo ♥