Coaching Arquetípico

Webinar Gratuito


 

Já te chamaram de "Eterno/a insatisfeito/a"? A mim também :) Durante muitos anos da minha vida, considerei que esse era um defeito meu. Nunca estava satisfeita e, por isso, estava destinada a viver uma vida de inquietação constante e a nunca desfrutar realmente do que tinha. Via os meus amigos, nas suas vidas, todos contentes e perguntava-me: "Como é que eles conseguem?" Depois passei por uma fase em que comecei a achar esse comentário um insulto. Eterna insatisfeita, o tanas! Estou insatisfeita agora, com estas duas ou três coisas, e isso não quer dizer nada sobre o meu carácter ou personalidade. Eu não SOU...

Quando estamos a subir as nossas montanhas, uma boa dose de "ouvidos moucos" é recomendável. É que é inevitável que quando estás a sair do comum a caminho do extraordinário que as vozes à tua volta se levantem para te dizer que não. Não faças isso. Não é por aí. Não é assim. Não estás certo/a. Acho que uma das minhas principais funções, como pessoa cuja profissão é ajudar outros seres humanos, é dizer-lhes que sim. Que é por aí. Que é assim. Que estão certos. Seja qual for o resultado do seu empreendimento, estão certos só pelo simples facto de que decidiram sair do status quo...

Uma das coisas que repito frequentemente nas minhas sessões e refiro também no meu livro, é que o Propósito de vida é uma coisa mutável, quase que orgânica. É perfeitamente natural que, ao longo da nossa vida, o nosso Propósito vá mudando ou pelo menos ganhando novos contornos. Muitas vezes as pessoas que me procuram esperam encontrar aquela coisa que será a única para o resto das suas vidas, e algumas vezes acontece. Mas na maior parte das situações estamos a descobrir uma nova, fantástica e entusiasmante parte das suas vidas, que passado algum tempo dará o lugar a uma nova. Isto...

Quando era miúda o meu pai dizia-me muitas vezes uma frase: “Joana, se não sabes, NÃO perguntes.” 😂😂 parece um bocado contra senso essa frase. Normalmente ríamos um para o outro, mas dentro de mim havia ali qualquer coisa que fazia sentido. “Se não sabes, não perguntes.” Hoje ao preparar a última aula do Curso de Coaching Arquetípico tive mais uma prova de que, quando não sabes algo, não há nada como colocar em prática. Mais uma vez, parece um contra senso. Se não sabes, devias ir descobrir (“perguntar/estudar”) mas não há mesmo nada como perceber as coisas, fazendo. Durante estas 11 semanas do...

Ora aqui vem a publicação menos popular de sempre 😆😆 Infelizmente, uma das coisas mais frustrantes para mim de escrever sobre amor e relacionamentos é perceber que, por vezes (vezes demais), há pessoas que lêem e se identificam com a mensagem mas não o fazem por si. Fazem-no como uma espécie de recado para o seu companheiro ou companheira. Algo como:  - "Estás a ver, é isto que eu te digo" ou - "Quem devia ler isto era ele/ela" ou ainda - "Afinal não estou maluco/a, ele/a devia mudar" É frustrante para mim porque não é para a outra pessoa que eu estou a escrever ...

Hoje gostava de fazer uma homenagem à emocionalidade, à sensibilidade e à vulnerabilização. Infelizmente são atributos frequentemente confundidos com fraqueza e nada poderia estar mais longe da verdade. Socialmente é muito mais valorizado (MUITO MAIS!!) o racional, o factual, o imediato, o mais, o maior, o mais rápido e o extrovertido. Os aspetos complementares a estes são vistos como inferiores e nada recomendáveis. E eis o resultado. Uma sociedade doente em tantos aspetos. E atenção, que quando me refiro a sociedade, não estou a falar de um manto coletivo do qual não faço parte. Estou a falar de mim, de ti e da maior...

Nos últimos meses tenho tido várias experiências que me têm dado ainda mais consciência da diferença entre saber alguma coisa cognitivamente e realmente compreendê-la profundamente. Vou dar-te um exemplo: Há uns anos atrás vivi um pequeno conflito que me trouxe um momento de clareza em que percebi, pela primeira vez na vida, que não era perfeita 😆 eu sei que parece absurdo, mas lê até ao fim. Toda a minha vida, na minha cabeça, se eu estivesse a fazer sempre a coisa "certa" a todo o momento, estaria a ser perfeita, ou o mais "perfeita" possível. Ou seja, como pessoa não era perfeita, porque ninguém...

Se me perguntassem, de forma geral, qual é um dos atributos que considero mais importantes cada um de nós cultivar, não diria a disciplina, não diria a compaixão, acho que nem diria a coerência que é, de facto, um dos meus porta estandartes. Diria o sentido de humor 😆 Acredito que é, ao mesmo tempo, uma das minhas maiores sortes na vida e uma das minhas melhores qualidades. Estar rodeada de pessoas que têm um sentido de humor afinado e que, ainda por cima, percebem o meu é das melhores partes da minha vida. Há uns meses uma cliente de coaching a descrever, numa...

Ontem alguém me perguntou: "Como saber que é o momento para terminar uma relação? Como saber se realmente já acabou ou não?" A minha primeira resposta foi: "Não sei!" Obviamente não há uma única resposta. Os contextos são tantos como há pessoas no mundo e consequentemente também as respostas a esta questão. Mas decidi refletir sobre algumas possibilidades que podem ajudar uma ou outra pessoa. Não todas as pessoas mas, quem sabe, a ti. A primeira coisa a pedir é muita honestidade. Quais é que são os factos sobre a minha relação? Sobre mim? Sobre a outra pessoa? Não a minha interpretação dos factos....

Uma coisa que observo frequentemente em casais é um dos elementos do casal (às vezes ambos) a querer fazer da relação o local da sua terapia. Todos nós chegamos às nossas relações com uma bagagem. Chegamos com as memórias daquilo que vivemos anteriormente. Algumas memórias chegam mesmo da nossa infância. Muitas memórias boas, certamente, outras nem tanto. E com as mágoas, às quais poderíamos corretamente chamar traumas, entramos num novo relacionamento esperando que seja ali que vamos corrigir as nossas cicatrizes. Acredito mesmo que uma relação tem o potencial mágico de ser um local de cura, sem dúvida. Mas não acredito que é...

Ao trabalhar a área do Romance, de vez em quando tenho uma pessoa que me diz durante uma sessão de coaching: "Quando começar a minha próxima relação, não vou querer apaixonar-me perdidamente como das outras vezes. Quero fazer as coisas de forma mais calma desta vez." À primeira impressão parece que me estão a dizer que não querem viver aquele estado de "loucura" que a maior parte das novas relações têm. Mas se ouvirmos com mais atenção, vamos perceber que o que estão a dizer, na verdade, é que não querem passar pela fase seguinte. A fase em que essa sensação de...

Por vezes escrevo por aqui coisas como "Se algo te afeta, é sobre ti". Não sou eu que o digo, quem o diz é a psicologia. Eu limito-me a repetir 😆 Este é um conceito que não é de aceitação fácil para todos. "Como assim, se alguém me afeta isso diz mais sobre mim do que sobre a outra pessoa? Quer dizer que eu é que sou isso? Nãaaaaooooooooo!!!!!" LOL Eu compreendo. Ainda hoje, mesmo depois de muitos anos a usar essa ferramenta e a ver os seus benefícios óbvios, ainda dou por mim com dificuldade em perceber em que sentido é que...

Uma das grandes vantagens de fazer aquilo que eu faço profissionalmente é contactar diariamente com pessoas tão diferentes umas das outras. É mesmo engraçado perceber que aquilo que fascina uma pessoa, aterroriza outra. Aquilo que entusiasma uma pessoa, aborrece outra. Mas uma coisa que a maior parte das pessoas tem em comum, eu incluída, é achar que, apesar de ser como é, deveria era ser mais um bocadinho outra coisa qualquer. O emocional queria ser mais racional. O racional queria estar mais em contacto com as suas emoções. O rigoroso queria ser mais flexível e espontâneo. O flexível queria ser mais estruturado e consistente. O sério queria...

Isto de começar a ter uma vida que já pode ser considerada semi-longa 😃, permite-me ter a oportunidade de observar a jornada de outras pessoas a longo prazo. Coisa que nunca tinha tido a capacidade de fazer antes, olhar para o percurso de certas pessoas de forma macro e perceber tanto dos seus momentos de transformação. É como que olhar para a linha do horizonte num dia luminoso. Se a percorrer com os meus olhos irei ver um surfista aqui, uma onda ali, uma ave a subir com um peixe no bico, um barco à vela lá ao fundo. Algumas destas pessoas observo-as...

É tão interessante perceber que aquilo que está alinhado com uma paixão qualquer, um novo propósito, tem quase sempre associado, em alguma fase do processo, um momento em que eu digo para mim mesma: “WTF!?!?!?!? Jo!?!?!? Onde é que te foste meter??? Estavas tão bem quietinha!!! Mas não!!! Tens a mania que és inteligente e que podes fazer coisas diferentes que nunca fizeste antes com a tua vida!!!! Quem é que tu pensas que és???? Vê lá se encontras uma saída de emergência paraabortares esta missão!” É tão engraçado :D e surpreendente ao mesmo tempo. Seria de pensar que, se estamos apaixonados por...

"Não há caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho." Nunca tinha percebido esta frase. Quer dizer, percebia mentalmente. Compreendia a sua lógica. Mas eu preciso de perceber as coisas nas minhas células, passando efetivamente pela experiência daquele conhecimento, para dizer que finalmente o percebo. Posso perceber as coisas cognitivamente, mas depois há o perceber as coisas na prática. Isso é outro nível de conhecimento. Há uns anos atrás cheguei a um momento na minha vida que tinha conseguido tudo o que queria. Cheguei lá, ao final do tal caminho, e nada da famosa felicidade. Procurei, procurei e nada do tal prémio...

Parte-me o coração quando me deparo com pessoas que não sentem que têm o direito de querer mais das suas vidas. Pessoas que consideram (inconscientemente) um atrevimento, sequer colocarem a hipótese de que talvez pudessem mudar de trabalho, mudar de rotinas, mudar de hábitos, mudar de vida. Talvez conheças pessoas assim. Talvez as conheças intimamente. Talvez tu próprio. Talvez eu mesma. Elas vão pensando nisso, fantasiando. Pelo menos dentro das suas cabeças não são julgados por mais ninguém. Mas colocar realmente essa possibilidade em prática seria, para elas, um descaramento. Pessoas que seguram as pontas para os outros seguirem os seus sonhos e os...

Gostava mesmo de partilhar contigo hoje uma distinção muito importante. A distinção entre emoção e comportamento. Eu sei que à primeira vista parece óbvio, emoção e comportamento não tem nada a ver uma coisa com a outra. Mas depois na prática, cá dentro das nossas cabeças, as coisas são confundidas muitas vezes. Essa é a minha experiência como pessoa que tem cabeça 😆 e é a minha experiência como pessoa que adora conversar com outros seres humanos. Há uns dias ouvi uma frase: "Ter ciúmes é absurdo". Há uns anos recebi um comentário numa publicação que dizia: "Ninguém deveria sentir raiva". Diariamente oiço pessoas dizerem: "Não...

"Porque é que só me sinto atraída/o por homens/mulheres que são completamente o oposto daquilo que eu quero para a minha vida?" É uma questão que surge muito nas sessões de coaching. Pessoas que querem ter uma relação romântica com certo tipo de pessoas, mas quando essas pessoas surgem na sua vida, aquela chama simplesmente não acende. Mas depois, quando aparece o homem/mulher "errado/a", exatamente com aquele perfil que já lhe causou muita dor no passado, puff ...

Tenho pensado muito ultimamente no "Se eu consigo, tu também consegues". Não acredito que seja uma afirmação tão fiel à verdade como a tentamos fazer passar. Não é porque eu consegui alguma coisa que tu também consegues. Não é porque tu conseguiste outra coisa qualquer que eu também consigo isso. Não é porque eu consegui alguma coisa de uma determinada maneira, que essa maneira vai também funcionar contigo. E vice-versa. Posso usar a tua história e o teu percurso como inspiração, obviamente, mas nada disso é uma garantia direta do meu sucesso. Eu não sou tu. Eu não vivi o que tu...

Se pudesse tocar num botão que tivesse o poder de ajudar a maioria das mulheres que conheço, tocava no botão que as ajudasse a ser menos duras consigo mesmas. Algumas é porque deviam ser melhores mães. Algumas é porque deviam ser melhores filhas. Algumas é porque deviam ser melhores profissionais.  Algumas é porque deviam ser melhores tudo. Se eu pudesse carregar num botão mágico, seria nesse. O botão que faria mais mulheres terem a capacidade de ver a dimensão de tudo o que já fazem, de tudo o que já atingem, de tudo o que já concretizam, de tudo o que já são. Penso tantas vezes...

Sempre me debati com a ideia, que algumas pessoas e alguns filmes transmitem, de que se eu me amar o suficiente a mim mesma, não vou precisar de encontrar alguém que me ame de volta. Como sou alguém que acredita que a vida é mais bonita quando estou amar e a ser amada, sempre tive dificuldade em aceitar que, se um dia me amasse o suficiente a mim mesma, talvez deixasse de precisar de ser amada por outra pessoa. Isto nunca me fez sentido nenhum. Em conversa com a minha querida amiga e spiritual sister Helena Morais Cardoso que é terapeuta de amor próprio perguntei-lhe: O...

Quando Jung desvendou o conceito de Individuação, sabia mesmo o que estava a fazer. Não lhe chamou IndividuaLIZAção por algum motivo, porque o processo para me tornar na totalidade do meu potencial só pode acontecer em relação com o outro. É NA relação com o outro e APESAR da relação com o outro que eu me torno eu mesmo. NA relação com o outro porque, a partir das minhas projeções, vou descobrir o que tenho em potencial em mim para desenvolver. E APESAR da relação com o outro, porque o movimento é o de me tornar independente do coletivo, tornar-me na minha própria...

Há muitos anos que um dos meus principais valores é a Coerência. O que quero dizer com coerência é que acredito sinceramente que quando a minha realidade exterior (os meus resultados) correspondem diretamente àquilo que é a minha realidade interior (quem eu sou e aquilo em que acredito), os meus níveis de bem-estar aumentam significativamente. Foi uma reflexão que fiz quando li o livro "Fluir" do Mihaly Csikszentmihalyi (experimenta lá dizer o nome deste senhor LOL 😂). Este livro revolucionário no mundo da psicologia e que trouxe à superfície, pela primeira vez, o conceito de estado de fluxo explica exatamente isto. Quando estou a...

Ontem alguém me perguntou: "Joana, tu ajudas as pessoas com quem trabalhas, mas tu também és um ser humano. Quem é que te ajuda a ti quando estás em baixo?" Fiquei surpreendida com a pergunta. Primeiro porque normalmente as pessoas simplesmente assumem que eu devo estar sempre bem. Ou assumem que quando não estou bem tenho sempre os recursos para ficar bem sozinha. Mas isso não é verdade. Nem sempre estou bem e nem sempre me consigo pôr bem sozinha. Por isso, esse foi o primeiro motivo pelo qual fiquei surpreendida com a pergunta e pelo qual adorei responder-lhe. O segundo foi...

Tive alguns momentos na minha vida em que alguém tentou exercer o seu poder sobre mim. Provavelmente tantos como a maior parte das pessoas. Momentos em que alguém tenta utilizar a pequena margem de manobra que tem para dizer qualquer coisa como: - "Não quero que faças isto", ou - "Só autorizo que faças isto se ...

Às vezes parece que está tudo a ruir. Olhas à volta e não há nada a que te consigas agarrar para encontrar algum tipo de significado. O chão parece fugir dos teus pés. Estás sem estrutura, sem norte, sem luz. Joseph Campbell tem uma frase que repetiu inúmeras vezes nas suas entrevistas, nos seus livros, nas suas aulas de filosofia: "Follow your bliss" Parece, à partida, mais uma daquelas frases. Tu sabes do que estou a falar. Uma daquelas receitas aparentemente carregadas de sabedoria e que supostamente deveriam querer dizer alguma coisa, mas na verdade só te deixam com cara de ponto de interrogação. Mas...

Muitas vezes fico dividida entre o que eu quero fazer e o que eu acho que "devia" fazer. Já te aconteceu? Depois dependendo do tipo de situação e do contexto acabo por escolher mais vezes uma ou outra opção. Mas a situação agrava-se quanto maior é a minha lista de devias. Convenço-me que é a minha obrigação fazer uma data de coisas e depois nem que seja um sacrifício desmesurado, lá estou eu a fazê-las na mesma. Claro que ao longo do caminho vou ralhando comigo mesma: "Pois, és sempre a mesma coisa! Porque é que disseste que fazias isto? Porque é que te...

Cada vez mais percebo o perigo de não ensinar as pessoas a pensar por si. Quando ouvimos os grandes líderes do mundo a falar sobre o que realmente pode influenciar a paz e outros aspetos fundamentais para a humanidade, praticamente todos eles dizem: Educação. Percebo agora que educação não se refere à matéria que vamos aprender nas escolas, mas sim ao desenvolvimento do seu próprio poder de reflexão, questionamento e juízo. Ou pelo menos é assim que deveria ser. Diariamente falo com pessoas que passam para mim a responsabilidade de lhes dizer o que se passa com elas, como podem resolver os seus...

Criamos prisões para nós mesmos. Achamos que a vida tem de ser de uma certa maneira e obrigamo-nos a viver assim, mesmo quando já não queremos. Convencidos de que as decisões que tomámos no passado são definitivas e obrigatórias, encurralamo-nos em situações e dizemos a nós mesmos que não há nada a fazer. É assim que tem de ser. "Foi para isto que estudei, por isso é nisto que tenho de trabalhar." "Comprei esta casa, por isso é aqui que tenho de viver." "Casei com esta pessoa com estas características, por isso tenho de aceitar que nunca vou ser realizado neste ou naquele aspeto." Escolhemos certos...

Às vezes perdes uma batalha. It is what it is. Nos últimos meses tenho perdido várias batalhas. Simplesmente estou no meu caminho, tranquila e distraída, quando de repente me deparo com uma grande dificuldade, uma barreira, com um problema ou situação difícil que, por muito que me esforce, não consigo resolver. Há umas semanas, sem querer, surgiu uma frase na minha cabeça que falou sem o meu consentimento e me disse: “Calma Joana! You’re in this for the long run”. No momento em que ouvi essa frase, as emoções negativas associadas a essas dificuldades fizeram puffff. Desapareceram. O que essa frase me disse é que...

Tu tens um segredo. Há algo que tu sabes ou pensas que és e que tens pavor que seja revelado. Todos os dias te esforças ferozmente para esconder esse lado que abominas em ti. Será que alguém vai ver? Será que alguém vai perceber? Desta batalha interna surge o medo de ser criticado, de ser julgado, o medo daquilo que vão pensar de mim se eu mudar, se eu me expuser, se eu fizer diferente daquilo que eles defendem. Quando receamos aquilo que vão pensar ou dizer de nós, estamos apenas a revelar o medo avassalador de que alguém veja e saiba...

A dor, por vezes, pode ser mesmo uma grande aliada. Duvido que sem ela houvesse mudança, houvesse transformação, houvesse evolução. Às vezes aqui por casa, obstinados para descobrir o que realmente faz com as pessoas mudem as suas vidas para melhor, oiço uma pergunta: "O que achas que foi o gatilho que fez com que tu mudasses as coisas que mudaste na tua vida?". De todas as vezes que conversamos sobre isto, depois de pensar um pouco, tenho sempre a mesma resposta: - "Só mudei porque ficar como estava já era tão doloroso que se tornou insuportável." Gostava mesmo de ter uma resposta mais iluminada....

Esta aprendi com o Stephen Covey na sua obra prima "Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes". Muitos dos livros que li no início da minha carreira, tornaram-se para mim algo superficiais ao longo dos anos e com o aprofundamento do meu estudo. Mas este livro, apesar do seu título quase pop, continua a ser uma referência a muitos níveis para aquilo que considero a estrutura base de qualquer processo de desenvolvimento pessoal. Recomendo! Existe uma diferença entre sentir amor por alguém e amar essa pessoa. Porque amar é um verbo e, como tal, é potencializado quando colocado em ação. Amar ser...

Deixei de conseguir atingir objetivos à bruta. Pelo menos durante um tempo. Já te disse algumas vezes que sou uma fazedora, a entrar em ação é que eu estou bem. Muitas vezes em terapia acontece uma situação engraçada. A minha terapeuta começa a explicar-me teoricamente algo que se está a passar comigo e realmente simplifica muito aquilo que estou a sentir ou a viver. Depois de a ouvir, automaticamente digo: - "Ahhhh, isso faz imenso sentido! E agora o que é que eu faço?" LOL O QUE É QUE EU FAÇO? Muitas vezes damos por nós a rir da minha pergunta insistente e ela ocasionalmente...

"Joana, gostava de ter ouvir falar sobre a diferença entre pedir ajuda e simplesmente fazer uma partilha?" Foi o pedido que uma pessoa muito perspicaz me fez ontem 😄 Ontem partilhei mais um dos meus textos com o meu público. Faço-o com o objetivo de inspirar e conectar com as pessoas que se identificam com a minha mensagem. Lanço a mensagem no ar e a quem fizer sentido, a quem a mensagem ajudar,será atingido por ela. Acho isto realmente mágico. Quem se identificar e for tocado de alguma maneira será o meu público para aquela mensagem. É para ele que escrevo. Para...

Tenho uma voz dentro de mim que sussurra com desdém a frase: “És mesmo estúpida!” Não é sempre, mas há momentos em que acontece vezes demais. Depende de como estou. Depende do que estou a fazer. Depende de como me sinto em relação a mim. Esta voz não é minha, mas também sou eu.  Esta voz não é tudo o que sou, mas também faz parte de mim. Essa voz, essa frase, surge sempre com um tom que me indica que não está surpreendida. Não é surpresa para ela aquilo que me está a dizer: “Eu sempre soube que tu eras estúpida, eu já...

Um paradoxo interessante na minha área de trabalho é que, ao mesmo tempo que divulgamos e estimulamos um movimento de extrema positividade também estamos, por outro lado, obcecados com os problemas das pessoas e com aquilo que elas fazem de menos bem. Sinto que talvez haja aqui um desequilíbrio significativo em detrimento do foco naquilo em que cada um de nós já tem de espetacular. Nos nossos melhores atributos. Quando as pessoas chegam para fazer um processo de coaching ou um curso e partilham as suas angústias o primeiro movimento, nosso e delas, é começar a refletir sobre o que têm de...

Todos nós achamos que somos o Bom Samaritano. Nas últimas semanas assisti à série Daredevil. Está bastante bem feita, mas principalmente adorei a luta filosófica entre o herói e o vilão e a luta interna de cada um deles com os seus próprios demónios. Essa parte foi realmente fascinante e bastante mais explorada do que o que vejo habitualmente a acontecer nos filmes e séries de super heróis. Recomendo! Mas hoje gostava de te falar de uma cena específica que me marcou profundamente. No meio das 3 temporadas há um momento em que o vilão da série faz um discurso incrível. Ele conta uma...

Estive 3 anos sedentária. Numa fase em que a minha carreira era o foco principal da minha vida e estava a dar 8/9h de coaching por dia, decidi não exigir mais nada de mim. Coloquei todas as fichas na mesa na área da carreira, apostei tudo e cheguei exatamente onde quis. Adorei! O ano passado, depois de viajar o mundo e trabalhar ao mesmo tempo decidi que estava finalmente na hora de reduzir o número de horas de trabalho e dar um pouco mais de atenção a outras áreas de vida. Diminuí significativamente o número de clientes ativos e, depois de...

Gratidão. Parece a palavra mestra dos clichês da filosofia new age. E é mesmo. Para cada lado que nos viramos vemos mais um livro, ou vídeo, ou frase poética a falar da bendita gratidão e de como é importante. Mas ninguém nos ensina a encontrar o botão onde carregar para sermos bafejados por ela. É um clichê, sem sombra de dúvidas. Mas uma coisa de que me tenho vindo a aperceber é que os clichês são-no por algum motivo. Porque os clichês, tal como os ditados populares, os contos, o folclore e a mitologia, são muitas vezes dotados de algum tipo de...

Dia 1 de Janeiro fui correr. Há meses que não ia correr. Fiquei contente comigo por ter começado o ano com uma corrida e decidi tirar uma fotografia do momento. A pessoa que ia comigo disse: - “Vais colocar a fotografia no Facebook para toda a gente saber que agora vais começar a correr?” A minha resposta instantânea e automática foi: - “Achas? Eu não sou daquelas pessoas que hoje publica que vai sair do Facebook e dois dias depois já lá está batida outra vez. Se publicar que vou correr é porque vou mesmo correr.” Desatamos os dois a rir. (Peço desde já...

Faço parte de um mercado chamado Desenvolvimento Pessoal. Ajudamos as pessoas a terem vidas mais alinhadas com os seus desejos e ambições. Ensinamos coisas como: definir objetivos, aumentar as zonas de conforto, entrar em ação, pensar em soluções criativas, entre muitas outras coisas. Todas elas importantes, todas elas relevantes, todas elas decisivas. Mas acredito que neste compêndio de receitas, neste aglomerado de técnicas para isto e para aquilo e mais 5 passos para qualquer coisa nos esquecemos de mencionar e ensinar algo anterior a tudo isso ...

Estas horas de transição entre o ano velho e o ano novo trazem consigo uma coisa muito bonita e poderosa. Trazem consigo a esperança de algo novo, algo diferente, algo melhor. Estas horas tão marcadas pelo som dos festejos, pelas cores dos fogos de artificio, pelos beijos sentidos, representam simbolicamente a lembrança coletiva de que cada um de nós pode, a qualquer momento, inverter o rumo das coisas. Eu sei que deveríamos lembrar-nos disto todos os dias, mas este é o poder dos rituais. Este é o poder do simbólico em oposição ao literal. Literalmente é um dia como qualquer outro, simbolicamente pode...

Este foi o ano em que dei mais sessões de coaching sobre a área do Romance a homens e mulheres empenhados em encontrar um amor que seja bom para eles ou empenhados em fazer da sua relação atual tudo aquilo que desejam. Adorei, por vários motivos, mas principalmente porque há uns anos atrás tive finalmente a coragem de admitir para mim mesma que esta é a área de vida mais importante para mim. A área do Amor Romântico. Sem amar e ser amada não sinto que esteja cá a fazer nada. Esse é o verdadeiro sentido da minha vida. Outras pessoas precisam...

2018 vai ser para sempre o ano em que aprendi a gostar de contemplar e apreciar o lado dark da vida. O ano em que aprendi a ver o lado luminoso dos vilões e o lado sombrio dos heróis. O ano em que passei a apreciar as noites escuras da alma e a ver, sem sombra de dúvidas, a beleza que elas contêm. 2018 vai ser para sempre o ano em que comecei a conhecer o meu lado mais snake, o meu lado mais bruxa, o meu lado mais ciber punk. Este ano percebi que quando deixamos de temer o mal,...

Lembro-me como se fosse hoje, num dos meus trabalhos me dizerem que eu sorria pouco. Quando ouvi isso, estranhei porque sorrir sempre foi uma das minhas características mais evidentes e não me parecia que estava a sorrir de menos. Mas mesmo assim, pensei que tinha de melhorar, então lá fazia um esforço para sorrir mais. Anos mais tarde, num outro contexto profissional disseram-me que sorria demais, que tinha de fazer um sorriso mais intermédio e não tão rasgado como fazia. Lá me esforcei para o sorriso certo caber nas concepções das pessoas que me estavam a orientar. Lembro-me de numa relação...

Uma coisa gira que ando a estudar atualmente é que não existem finais felizes. Segundo o professor e autor Joseph Campbell, a vida tal como a jornada do herói, é formada por um conjunto de tragédias e comédias consecutivas. O que isto significa é que assim que começas a vislumbrar o final de uma fase cómica (feliz) da tua vida logo de seguida surge uma fase trágica (triste) e assim sucessivamente até ao final dos nossos dias. A vida funciona como um conjunto de mortes e renascimentos que acontecem de forma cíclica e inevitável. Eu sei que isto parece ser uma péssima notícia,...

Esta expressão "100 buraquinhos para nascer uma alface" foi usada por uma cliente minha, super divertida, durante uma das nossas sessões de coaching em passávamos 1 terço do tempo a rir às gargalhadas. Desde então uso esta expressão repetidas vezes noutras sessões com outros clientes. Uma das coisas mais frequentes nas sessões de coaching e em conversas com amigos, quando as pessoas sabem exatamente o objetivo que querem atingir (e até já o sabem há algum tempo), é dizerem que já tentaram de tudo para conseguir concretizar o seu objetivo. Eu própria já disse essa frase algumas vezes no passado sobre...

[Spoiler Alert] ⚠️ Uma das coisas que estou a adorar na série Game of Thrones é que só se percebe bem adiantado na série quem vai ser o herói. Confesso que só vi a série este ano, mas fiquei rendida e vi as 7 temporadas seguidas em poucas semanas. Adoro quando isso me acontece. Infelizmente só teremos a última temporada em Abril do próximo ano, mas acredito que vai valer a pena a espera. Bom, voltando à minha filosofia televisiva ? Foi super giro viver grande parte da série sem perceber exatamente qual das personagens iria transformar-se na heroína ou no herói. Na maior parte das...

Há dias assim. Para te sentires fabuloso, confiante ou simplesmente aceitável precisas de fazer um esforço extra. Tudo bem. Respira fundo. Coloca o teu melhor sorriso e segue em frente. Dizem que devemos ser coerentes com a nossa verdade. Eu estou farta de dizer isso. Acredito nisso com toda a confiança. Mas às vezes a vida tem de ter prioridade. Às vezes é preciso estar bem para trabalhar, para resolver alguma questão urgente ou para tomar conta dos nossos filhos. Ninguém tem de aturar ou sequer ser incomodada com a tua verdade. A vida continua. The show must go on. Por isso, por...

Uma das frases que mais oiço dos meus clientes é "Joana, tu colocas as coisas de uma maneira que tudo fica a parecer muito mais simples." Confesso que é verdade, mas não o faço só para eles, faço-o também por mim por uma questão de sobrevivência emocional. Como pessoa emocional que sou, por vezes fico inundada de emoções e simplesmente não consigo pensar. Não consigo. Quando as emoções ocupam o meu espaço vital, é escusado, não consigo criar raciocínios. Só sei que sinto e sinto e sinto e pronto. (Isto, para os senhores e senhoras mais mentais, pode parecer absurdo, por isso...

E se, por vezes, regredir for o melhor caminho? Hoje tenho esta pergunta na cabeça. Tudo à nossa volta está construído numa estrutura de progresso. As escolas. As carreiras. As relações. As vidas. Sempre para cima. Se uma pessoa passou de ano letivo, é impensável voltar a repetir o mesmo ano letivo ou até o anterior. Se aceitaste um cargo na tua empresa, não podes aceitar um novo cargo, nesta ou noutra empresa, se não for tão bom ou melhor do que o anterior. Se começaste a viver com o homem da tua vida, não podes decidir voltar a viver cada um na sua casa....

Durante anos a fio li livros de liderança. Eu sabia que tinha uma palavra a dizer nos ambientes profissionais onde me encontrava. Eu sabia que era boa pessoa e que tinha os valores certos para que as outras pessoas quisessem ouvir a minha visão das coisas. Trabalhava numa coisa de que não gostava, mas tinha fortes opiniões sobre o funcionamento das coisas e acreditava naquilo que tinha para dizer. Mas na hora de falar parecia que era afónica. Ninguém ouvia. Cheguei a pensar que tinha um problema grave de colocação de voz porque em muitas situações de debate de ideias com 3...

Faz, depois de amanhã, um ano que apanhei o primeiro voo da minha viagem à volta do mundo. Não tinha grandes objetivos com a viagem, mas um que tinha claramente era fugir ao Inverno. Queria estar bronzeada todo o ano. E consegui ? foi muito bom ter aquele V dos chinelos desenhado no pé durante tantos meses. Mas depois de ter saltado um Inverno confesso que estou mesmo a precisar que ele chegue. Nunca pensei dizer isto, porque detesto o frio e a chuva e principalmente o vento forte. Mas estou a precisar da introversão do Inverno. Aquele aconchegar do ninho. Aquele enroscar...

Uma das grandes vantagens de estar há mais de um ano numa espécie de crise existencial é perceber que quando se deixa de acreditar em quase tudo, sobra muito pouco. Mas aquilo que sobra é realmente estrutural. Funciona como uma limpeza profunda dos armários lá de casa. Andas meses ou anos a adiar porque nem consegues conceber por onde vais começar. Imaginas a jornada que te espera e pensas que precisas de muito tempo e energia e esse dia demora a chegar. Mas quando chega, decides mergulhar nos confins dos objetos perdidos e de todas as coisas que um dia achaste...

Chegada a esta altura da minha vida está cada vez mais claro que nada é para sempre, nada é eterno. Eu sei que deveria ser óbvio, mas a verdade é que quando estamos super bem há uma parte de nós que acredita que agora vai ser assim para sempre, agora já sabemos a verdade, agora já temos as certezas de que andávamos à procura. Quando estamos muito mal há uma parte de nós que teme que agora vamos ficar assim até ao fim da vida. Questionamo-nos: "E se esta dor durar para sempre? E se esta pessoa for a pessoa em que...

Tenho estado muito dedicada a esta aprendizagem nos últimos meses e está a revelar-se ser uma das aprendizagens mais difíceis que já tive a ousadia de tentar fazer. Perceber que existe verdade numa premissa e que, ao mesmo tempo, existe verdade na sua premissa oposta. Perceber que eu tenho razão e que aquela pessoa com que me estou a debater também tem razão. Perceber que acredito que sou uma coisa e que lá dentro, muitas vezes, sou o oposto disso. Conseguir integrar duas verdades opostas na nossa psique ao mesmo tempo tem tanto de revelador como de utópico. Mas este exercício psicológico tem-me...

Vais ser a pessoa que se conforma com a vida que tem, ou vais ser a pessoa que cria a vida que quer? A verdade é que AMBAS as escolhas têm grandes vantagens e grandes desvantagens. Não há propriamente de forma geral uma escolha certa e uma escolha errada. Podes até ter áreas de vida em que és uma pessoa e áreas de vida em que és a outra pessoa. Não há certo nem errado. Saber disso é sinal de maturidade e lucidez. Mas refletires sobre isto tem uma grande importância. Que tipo de pessoa queres ser? A pessoa que se conforma com...

Em qualquer relação há 3 elementos. Uma pessoa, a outra pessoa e um terceiro elemento que é a relação. Vejo muitos casais a colocar as suas relações em causa, mas quando olhamos para os factos, está tudo bem com a relação. Amam-se, querem estar juntos, acreditam na relação que têm, mas por algum motivo as coisas não estão bem. Normalmente chegamos à conclusão que um ou os dois elementos da relação não estão bem. Se a tua pessoa não está bem e tu não estás bem, a vossa relação não pode estar bem. E não é ela (a relação) que tem a responsabilidade...

Acredito, cada dia mais, que ser a melhor pessoa que podes ser é a receita perfeita para o sucesso, seja em que área de vida for. Ser, verdadeiramente, boa pessoa. Desde há uns tempos para cá tem feito parte das primeiras perguntas que faço aos meus clientes: “Nessa área de vida que queres melhorar, tens sido a melhor pessoa que tens a capacidade para ser?" Isso significa fazeres sempre a melhor coisa ao teu alcance. Optar pelo caminho mais certo, mesmo que seja o mais difícil. Eu sei que deves estar a pensar que o “certo” é subjetivo e blá, blá, blá, mas...

Acabei de me aperceber, a trocar mensagens com uma pessoa muito importante para mim, que a minha função como pessoa que pretende ajudar outros seres humanos é manter a sua inquietação viva. Aquela comichão existencial que não se cala e que incomoda e que dói. Seria de pensar que a minha função é fazer as pessoas sentirem-se melhor, mas acho que isso já não me chega. A minha função é mesmo manteraquela inquietação acesa. De cada vez que se esquecem dela, chego eu e coloco novamente o ónus nessa questão, volto a perguntar por aquele desejo escondido, volto a chamar a...

This is me. Not all of me, but, still, me. Dentro de ti existem várias personagens sombrias. Elas não são tu, mas fazem parte de ti. Elas não são quem tu és mas, também, são quem tu és. Partes feias que tentas disfarçar, mas que na verdade toda a gente vê, apesar dos teus esforços. Esta é uma dessas partes para mim. A Disgust. Não consigo encontrar uma melhor palavra para esta minha personagem porque a tradução para português, “repulsa”, não me traz a mesma sensação que “Disgust” me traz. Até esta palavra entra na nossa boca da maneira que é sentida e...

Ontem dei por mim a desejar ter 90 anos e estar no final da vida. Dei por mim a pensar que ter vivido tantos anos traz consigo uma credibilidade gigante relativamente a tudo o que se descobriu. Aquela sabedoria que ninguém contesta. Chegar ao fim da vida e ter tido certas aprendizagens que aos poucos se tornaram certezas é algo muito bonito. É algo que traz consigo uma certa tranquilidade. Eu tenho tantas certezas hoje. Gostava de ter a autoridade que a idade nos oferece para poder dizer "Eu não acredito. Eu sei." tal como Jung fez no final da sua...

As pessoas vão ler o que querem ler. As pessoas vão ouvir o que querem ouvir. As pessoas vão perceber o que querem perceber. Ou melhor, vão ler, ouvir e perceber o que estão a PRECISAR de ler, ouvir e perceber. Muitas vezes nada tem a ver com o que tu escreveste, disseste ou mencionaste. As pessoas vão perceber coisas que nunca te passaram pela cabeça quando tentaste passar a tua mensagem, mas isso é o processo delas. Tu não tens nada a ver com isso. Quando eu escrevo, eu escrevo para mim, para a Joana e também para quem percebe a minha mensagem. Como...

Já reparaste que não tens o poder da omnipresença? Se não reparaste, venho informar-te que não tens LOL. Quando segues viagem deixas para trás caminhos por percorrer, paisagens por conhecer, aventuras por viver. Muitas vezes não sabes qual seria a melhor escolha para ti, o melhor percurso. Simplesmente acreditas que é por ali e colocas a mochila às costas sem olhar para trás. Como saber se estou no caminho certo? Estes dias aprendi com uma mestra indígena americana chamada Pat McCabe que o caminho certo para nós é sempre aquele que leva a mais vida. Achei uma mensagem linda. Qual o caminho que te...

Uma das frases de desenvolvimento pessoal que mais ouço é "Nunca desistas". Essa é das frases com que eu menos concordo. A questão é que para conseguires o que quer que seja na tua vida vais ter de desistir de muitas outras coisas. Por cada caminho escolhido há muitos outros que ficam por percorrer. Por cada “sim” que dizes há muitos “nãos” que foram ditos nesse momento. Eu própria se nunca tivesse desistido de muitas coisas, ainda hoje estava a tentar ter sucesso numa profissão que não me realizava, ainda hoje estava a tentar resolver os problemas de relações que não...

Em Março de 2014 zangava-me com uma pessoa muito importante para mim e nesse momento disse a mim mesma: “Joana, tem calma. A vida dá muitas voltas e este gajo ainda vai engolir as palavras dele. Ele nem imagina quem é que tu és. Mas ele vai saber, ah se vai!”. Adoro esse meu lado. Adoro esses momentos. Eu sei que não é nada iluminado nem bonitinho, mas o meu lado raivoso é mesmo brutal. Adoro! Quando fico com raiva consigo coisas incríveis. E consegui ...

Acredito que todos nós temos uma história que é suposto estarmos a viver. Se calhar não uma, mas várias. Não estou a falar de destino porque não acredito nisso. Estou a falar que acredito que cada um de nós tem uma história em potencial dentro de si. Uma história que nos permite viver aquilo que seriam as coisas certas para vivermos. Por exemplo, ninguém acredita que é suposto tu estares numa relação destrutiva ou num trabalho que odeias ou sem tempo para o que é realmente importante para ti. Ninguém acredita nisso. Há coisas que são certas para ti e outras que são simplesmente...

Na semana passada escrevi-te sobre quão importante é saberes que és perfeito e que não deves mudar por ninguém, só por ti. Hoje venho completar com a segunda parte da história e venho falar-te de limites. Existe uma ideia generalizada de que se convidamos alguém a fazer parte da nossa vida então estamos a convidar essa pessoa a ultrapassar certos limites com relação a nós. E isso é verdade, mas o que não se fala muito é que esses limites são definidos pela pessoa que faz o convite e não pelo convidado. Se tu dás um passo para convidar outra pessoa a...

Tenho escrito e falado muito sobre quão importante é perceberes que não podes mudar os outros para tu ficares bem. Tenho escrito e falado muito sobre a importância de aceitares os outros como eles são e que apenas isso é amar verdadeiramente. Tenho escrito e falado muito de que se alguma coisa te incomoda no outro, isso é projeção, isso é sobre ti. Tenho escrito e falado muito de que responsabilizares os outros pelos teus problemas e pelos teus resultados é o primeiro motivo pelo qual não estás a ter os resultados que precisas e desejas. Hoje venho falar-te de outra...

Hoje em contexto das celebrações do dia da mãe perguntaram-me quando me iria juntar às celebrações deste dia tornando-me mãe também eu. Normalmente a minha resposta é um “logo se vê” ou um sincero “não sei”, mas hoje pela primeira vez respondi instintivamente de maneira diferente. Disse: “Eu já sou mãe. Sou mãe de muita gente”. A “Mãe” e tudo aquilo que este arquétipo simboliza está dentro de ti, de mim e de todas as pessoas. Os seus atributos fazem parte de cada um de nós eeste ano pela primeira vez senti que faço parte deste dia celebrando-o e ritualizando-o não...

World Trip Day 170 - Quando era pequena lembro-me de querer misturar duas peças de roupa, uma rosa, uma vermelha. Mas a minha mãe disse-me que não se misturavam essas duas cores. Quando lhe perguntei porquê, ela disse “por que não ficam bem uma com a outra”. Lembro-me de ter pensado “Mas porque é que não ficam bem?”. Simplesmente não via qual era a questão nem percebia o problema. Eu até achava que eram cores parecidas e, se eram parecidas, porque raio não se podiam misturar. Não percebi. Não percebi, mas aceitei. E por ter aceitado acabei por concordar, deixei de gostar...

World Trip Day 168- Quando dou por mim com medo de falhar, já sei que estou a juntar dois assuntos que não devem ser misturados. Estou a misturar o meu valor pessoal com os resultados que eu tenho. Mas uma coisa é quem eu sou, outra coisa são os resultados que eu tive numa determinada situação. Se tu tiveres um resultado espetacular não vais ficar mais espetacular por isso. Irás continuar tão espetacular como sempre foste. O mesmo acontece quando tens um resultado fraco. Isso não vai fazer de ti mais fraco do que és. Continuarás a ser tão fraco como...

Revista: Acompanha clientes em várias partes do mundo. De que forma os ajuda na descoberta dos seus Propósitos de vida? Joana: Desenvolvi a minha metodologia de trabalho, que partilho no meu livro “Tu consegues”, e que tem como objetivo ajudar as pessoas que consideram que a sua atividade profissional já não as realiza e que querem descobrir a sua verdadeira paixão. Este processo ajuda-as fazer essa descoberta e posteriormente a transição para essa nova atividade sem comprometerem a sua estabilidade financeira. Descobri ao longo destes anos de experiência que para estarmos realizados numa atividade profissional essa atividade tem de ter 3...

World Trip Day 149 - Ultimamente tenho recebido muitas pessoas ora por mensagem, ora pessoalmente a dizer que ficam muito aliviadas e gratas quando partilho publicamente a importância que dou às minhas emoções menos positivas. Quando escrevo ou menciono coisas como “estou com neura”, quando lhes conto aventuras e dificuldades que vivi, dentro de mim, para ultrapassar determinadas fases da minha vida, ficam contentes. Não ficam contentes porque me sinto mal aqui ou ali, nada disso, não são sádicos  mas ficam aliviados por perceber que afinal “a Joana também se sente assim como eu de vez em quando”. Acho mesmo que mostrar só...

World Trip Day 141 - Nos últimos 10 meses tenho sofrido grandes mudanças dentro de mim. Tenho colocado muitas coisas em causa e mudado de perspectiva em relação a diversas crenças antigas. Mas acho que a principal mudança tem sido o meu cepticismo. Desde há uns meses para cá que já não olho para a vida da mesma forma, cheia de fadinhas e unicórnios, cheia de positividade e de “tudo é possível”, mas com mais "realismo". Não aconteceu nada de mal comigo, também não estou negativa, nada disso, mas cá dentro há crenças a mudar. Vejo as frases motivacionais nas quais acreditava...

World Trip Day 140 - Eu sei que a mesma receita não serve para toda a gente. Mas se tivesse uma pistola apontada à cabeça e tivesse de adivinhar aquilo que tem o maior potencial de ajudar as pessoas nas mais variadas áreas das suas vidas, diria para passarem mais tempo sozinhas. Diariamente lido com pessoas e sinto a sua dor quando me dizem frases como: “Não sei o que quero” “Não consigo agir” “Não sei quem sou” “Sinto-me triste e desiludida comigo” “Apetece-me desaparecer” Claro que não sabes o que queres ...

World Trip Day 113 - Hoje celebra-se o dia internacional da mulher que foi criado, a partir de 1909, para simbolizar a luta pelos direitos das mulheres para melhores condições de vida, para o trabalho e para o voto. Ainda hoje muitas mulheres vivem grandes violações destes e de outros direitos. Mas (felizmente para mim) não conheço de perto essa realidade, esse flagelo. Nunca senti que nenhum dos meus diretos tivesse sido comprometido pelo facto de ser mulher e sei que devo isso ao esforço e dedicação de homens e mulheres que vieram antes de mim. Tenho muita sorte nesse...

World Trip Day 106 - Esta época defini o objetivo de não ter objetivos. Não tem sido nada fácil. E este último mês confirmei a premissa de que o teu ambiente influência muito a tua capacidade de foco nos teus objetivos. O meu eu produtivo e competitivo já faz de tudo para se conseguir agarrar a qualquer réstia de possibilidade de eu dar energia a um objetivo, seja ele qual for. É giro observar o meu cérebro a tentar tudo por tudo para encontrar uma saída, uma justificação pela qual não faz mal eu pensar num determinado objetivo.  Imagina o cérebro de...

Prestes a fazer anos decidi fazer a lista das 35 aprendizagens mais importantes que eu fiz nos meus 35 anos. Claro que apesar de muitas destas aprendizagem já estarem encaixadas na minha cabeça, outras ainda estão a caminho disso. De certeza que houve mais e algumas parecem contradizer-se mas acho o ser humano é assim mesmo. Aqui vai: 1. Eu não sou perfeita. Cara de surpreendida!!!! Lol!  Mesmo que estejas a fazer tudo certo. Mesmo que estejas a fazer bem a tudo e a todos. Mesmo assim. Não és perfeita. Sorry about that! 2. Nada te vai trazer felicidade porque não existe tal coisa....

World Trip Day 102 - São 4h50 da manhã em San Diego e acabei de acordar para começar uma manhã de sessões de Coaching online. Não coloco aqui uma fotografia deste momento porque ainda estou com cara de almofada ?Confesso que nunca acordei tão cedo para trabalhar ?, mas as mudanças de fuso horário fazem com que tenha acordado por mim, sem despertador, tal como tenho feito nos últimos anos da minha vida. É que no meu cérebro já devem ser 7h50 (o horário da costa Este dos EUA, de onde vim há 4 dias) e acho que aquilo de não conseguir dormir...

World Trip Day 94 - Ando para aqui a pensar que talvez a vida seja na verdade um conjunto de várias vidas umas a seguir às outras. Já perdi a conta ao número de vezes que disse a mim mesma “Agora sim! Já sei quem sou”, apenas para ver essa afirmação desmentida meia dúzia de anos depois. De início essa compreensão causou-me alguma frustração (e ainda causa). Estar outra vez perdida de mim sem saber quem é a Joana afinal não foi fácil (nem está a ser). Mas de repente pensar que, se calhar, essa Joana já não existe, que...

World Trip Day 76 - Está algo mesmo a mudar cá dentro. Durante a maior parte da minha vida achei que era extrovertida. Achei que o que gostava mesmo era de estar com as pessoas, conversar com elas, receber amor e dar muito amor de volta e que isso tudo é que me nutria, me enchia de energia. Depois conheci o desenvolvimento pessoal e percebi que afinal não era bem assim. Percebi que precisava de me introverter para recuperar a minha energia vital. E aos poucos fui aprendendo a estar sozinha e a recuperar-me estando só comigo e isso foi uma vitória...

World Trip Day 72 - Por vezes mesmo sabendo que estou no caminho certo, no caminho de dar o melhor de mim para que o outro à minha frente viva uma vida mais plena, mais completa, mais livre, mais coerente, esqueco-me ou questiono-me se valerá realmente a pena, se realmente tudo o que faço tem verdadeiro significado. Muitas vezes duvido de mim mesma, do que ando para aqui a fazer na vida. “Para quê?” Questiono-me. Eu sei que aos teus olhos pareço super confiante e os teus olhos não te enganam. Sou mesmo uma pessoa confiante. Gosto de mim e da...

Começo a ficar estupefacta com os exageros. Sinceramente. Sinto que uma pessoa (ou seja, todos nós) já não pode dizer nada ou fazer nada porque tudo soa a insinuação de racismo, machismo, assédio sexual, homofobia ou maus tratos a crianças. Posso estar enganada mas pelo que tenho conhecimento todas essas coisas são crimes condenados por lei em tribunal (pelo menos nos países ocidentais) por isso tenho dificuldade em perceber os exageros. Se alguém comete alguns destes crimes contra ti ou à tua frente, faz uma denúncia e levas as coisas até ao fim para que justiça seja feita. Ponto. Mexe-te. Ou pede...

World Trip Day 65 - Estou muito grata a mim por todas as decisões difíceis que tomei em momentos chave, momentos em que teria sido tão mais fácil, pelo menos naquele instante, virar a cara e fingir que não estava a ver. Estou muito grata a mim pela coragem de enfrentar a verdade das coisas mesmo quando doía, mesmo que tivesse demorado, porque essa coragem me trouxe ao lugar onde me encontro hoje na minha vida. Sinceramente acho que tenho tido muita sorte, muita mesmo, acho que a vida tem sido generosa comigo, mas nem sempre a vida me foi fácil....

Worlp Trip Day 27 - Estou em Bali há 24 dias e é difícil escolher aquilo que se prefere quando se está a viver quase um mês na Ilha dos Deuses. Pessoas lindas e queridas, lugares maravilhosos, paisagens de perder a respiração, arquitetura indescritível, comida deliciosa e depois ainda há o calor e a chuva na combinação perfeita. Não há explicação. Mas por falar em combinação perfeita vou partilhar contigo uma das coisas mais fascinantes que descobri aqui. Em Bali a população é maioritariamente Hindu numa versão mais ligada à terra e à crença de que entidades não humanas (como animais, plantas...

Há mesmo algo de poderoso nas saudades. Se já não experiencias saudades há muito tempo, então recomendo que comeces a procurar senti-las. Saudades das tuas pessoas, saudades dos teus locais preferidos, saudades daquelas comidas, saudades dos teus animais de estimação, saudades do que te faz feliz. O poder das saudades é o que te faz sentir apaixonado pela pessoa que amas e olhá-la, tocá-la, aprecia-lá como se fosse a primeira vez. É o que te faz olhar para as pessoas que sabes te vão deixar em breve com uma atenção especial. Como se quisesses que elas durassem para sempre, como se não...

Quando comecei a trabalhar, o meu pai, desafiador como sempre, disse-me várias vezes: "Joana, quando estiveres numa empresa a trabalhar e começares a sentir que estás mesmo bem nessa empresa e que estás mesmo no sítio certo, essa é a altura ideal para mudares". Confesso que nunca consegui fazer isso Nem nas empresas onde trabalhei, nem nas relações que tive, em nenhuma área de vida na verdade. Normalmente quando decido mudar é porque já estou pelos cabelos e já esgotei qualquer possibilidade de voltar a gostar de estar naquele lugar na minha vida. Levo tudo ao limite, esgoto-me onde estou e chego...

Estive todo o fim de semana num evento de Marketing multinível ou Marketing de rede em Milão para 7000/8000 pessoas. Foi fascinante. Já não é a primeira vez que frequento um evento deste género apesar de não estar ainda inscrita em nenhuma rede. Digo que foi fascinante porque é com certo alívio que estou presente num evento que vive com base nos conceitos de marketing e vendas de forma completamente clara, permitindo-me estar um pouco afastada dos julgamentos e preconceitos da minha indústria acerca destes temas. Na minha indústria utilizar Marketing e vendas é visto como banha da cobra ou falta de...

A Joana Areias é uma coach particularmente inspiradora, que tem desenvolvido um importante trabalho em áreas muito específicas do coaching, como o propósito de vida. Tem uma ótima capacidade de usar as suas próprias vivências para inspirar as suas audiências, usando uma linguagem muito pessoal que apreciamos particularmente aqui na equipa do The Miracle Coach. Podes seguir o trabalho da Joana através do seu site ou do facebook. Se quiseres, podes até enviar-lhe um email! Aproveita também para ler o seu livro, recentemente publicado “Tu Consegues”! TMC: Joana, especializaste-te em abordar a questão do propósito de vida. Afinal de contas, como é...

Acredito que ao longo da nossa vida vamos recebendo convites. Convites para nos elevarmos a um novo patamar da espiral de evolução em que todos vivemos. Acredito que a vida não é uma linha horizontal para chegarmos do ponto A ao ponto B. E no entanto a cada subida de nível de consciência temos aquela voz dentro de nós que nos diz "Cheguei!". Mas essa é uma voz infantil pois novas propostas estão no teu caminho, no meu e no de todas as pessoas. Há alguns meses que ando a experienciar uma nova inquietude, uma nova vontade que, ainda sem...

Nos últimos anos da minha vida tenho vivido coisas maravilhosas e coisas muito desafiantes (como toda a gente :)) e acho que tenho aprendido mais do que nunca. O melhor de tudo é ver como me sinto cada vez mais confiante. Dizem que isto acontece depois dos 30 e a verdade é que estou mesmo a senti-lo :) Mas para além disso descobri uma coisa fantástica e, como todas as coisas fantásticas da vida, é na verdade algo bastante óbvio ...

A coragem emociona-me. Pessoas que correm riscos sérios para defenderem algo em que acreditam. Pessoas que se colocam em situações de insegurança, rejeição, preconceito, tudo por uma causa que acreditam ser maior do que eles. A coragem emociona-me. Somos humanos, e todos, numa altura ou outra metemos o pé na poça e falhamos, erramos com alguém, não correspondemos a algo. Mas aquilo que me questiono é se, na hora H, no momento da verdade, vou ter a coragem de fazer o que está certo. Espero, na minha vida, estar à altura de momentos determinantes e saber defender o que é realmente importante. Por isso,...

Não estou à procura de uma solução, não quero que me salves, não preciso de nenhuma ajuda em particular, nem de uma interpretação brilhante do que se passa, só preciso mesmo que estejas aí, calado e que me oiças. Só preciso mesmo do teu apoio. Poucas são as pessoas com quem partilho assuntos da minha vida pessoal. Contam-se pelos dedos de 1 mão e se calhar sobram dedos. Não estou a falar de partilhar isto ou aquilo que aconteceu num destes dias. Estou a falar de partilhar realmente as minhas reflexões, as minhas dúvidas, inseguranças e vulnerabilizar-me. E isso não acontece...

Hoje terminam as minhas férias. Habitualmente durante este período aproveito para ter tempo para mim e recuperar-me e também para fazer auto coaching, definir os objetivos para a próxima época. Mas nestas férias, pela primeira vez em 6 anos, fiz apenas as duas primeiras. Tive tempo para mim, sim e recuperei-me muito, mas nem sequer pensei em coaching, auto coaching, pizza da vida, objetivos, metas, pequenos passos ou ação...

Sempre considerei os dias temáticos (dia dos namorados, dia do pai, dia da mãe, etc.) uma redundância. Como muitos de nós, achava que o dia temático deveria ser todos os dias… tenho vindo obviamente a aprofundar essa perspetiva. Vou explicar-te porquê… Há uns anos atrás estive num curso para casais sobre sexualidade sagrada com a minha Mestre e amiga Amala Devi e pela primeira vez na vida ouvi alguém partilhar comigo a importância de ritualizar o amor. Literalmente criar rituais em torno da relação a dois e do fazer amor. Aquele tema tocou fundo no meu coração e percebi que finalmente tinha encontrado outros extraterrestres...

O Amor é tão complexo e ardiloso porque é formado por um conjunto intricado de enormes paradoxos. Tens de te amar como és e, ao mesmo tempo, ser um ser humano melhor a cada dia. Tens de desejar coisas maravilhosas e, ao mesmo tempo, seres grato pelo que tens. Tens de deixar fluir e aceitar que cada coisa chega no momento certo e, ao mesmo tempo, ir à procura desse amor que desejas e criar o momento certo hoje e sempre. Existe uma medida perfeita de cada um dos seus componentes para cada pessoa e o segredo é tentar encontrar essa medida, lembrando sempre...

Hoje fui dar uma pequena palestra num evento de uma amiga pelo 5º aniversário do seu negócio. Depois da minha intervenção falou uma jovem adolescente que aos 17 anos lançou o seu primeiro livro. Depois da sua apresentação emocionada, que aplaudimos com entusiasmo e admiração, a jovem autora dirigiu-se a mim com uma pergunta, o que me permitiu testemunhar ainda mais o seu caráter proativo. "Joana, adoro artes e adoro letras e agora que tenho de escolher uma licenciatura não sei o que fazer. Eu não sei se no futuro vou querer dedicar-me a escrever ou se vou querer dedicar-me às artes....

Passei muito tempo a tentar deixar de acreditar em contos de fadas. Nos primeiros anos da nossa vida são nos contadas histórias de encantar e depois a vida encarrega-se de nos ensinar que não existem tais coisas como posinhos de prelimpimpim, príncipes encantados ou fadas madrinhas. Assim foi comigo, contigo e com todas as pessoas da nossa vida. Desilusão após desilusão precisamos de nos treinar para perceber o mundo de uma forma inteiramente diferente daquilo em que em tempos acreditámos. Precisamos de nos treinar para ficar mais céticos, mais cínicos, mais duros. "Só assim conseguirei sobreviver" pensamos quando estamos no chão, lavados...

Há umas semanas quando regressava do Porto, depois do lançamento do meu livro na cidade Invicta, parei numa bomba de gasolina e a pessoa que me acompanhava perguntou-me: "Se agora, neste momento, visses a Joana de há 5 anos atrás sentada no lugar do condutor do seu velhinho renault clio, mesmo aqui ao lado na bomba nº3 e tivesses a coragem de ir lá, bater no vidro e dizer-lhe apenas uma frase que a pudesse ajudar ou simplesmente pôr a pensar, o que é que lhe dirias?" A resposta não foi obvia para mim, tive de pensar um pouco, mas a frase...

Estava por aqui com os meus pensamentos e percebi como estou viciada em sonhos, em palpitações entusiasmadas de um coração cheio de paixão e desejos escondidos. Não sei viver de outra maneira já. Dei por mim hoje a pensar em como preciso de me sentir viva para me sentir viva. Engraçado isto não é? :) Já não sei viver sem paixão, sem insigth, sem momentos "UAU" ou momentos "UFA". Os primeiros deixam-me de olhos esbugalhados e boca aberta, os segundos trazem alívio. Sabes quando tens uma experiência que parece que viajaste para fora do teu corpo, ou quando surpreendentemente disseste a coisa certa...

Estava aqui à espera de uma cliente que está um pouco atrasada para a sessão e lembrei-me que faz hoje precisamente 5 anos que a minha vida profissional mudou para sempre. Aliás, dizer que a minha vida profissional mudou neste dia, há meia década atras, é bastante redutor porque com essa mudança vieram muitas outras e que me tornaram na mulher que sou hoje e me proporcionaram a vida de sonho que tenho. Apenas 5 anos depois de uma pequena decisão de me inscrever num curso, concretizo diariamente coisas incríveis. Trabalho para mim numa coisa que adoro fazer, ganho 6 vezes mais dinheiro...

Estou em Roma pela segunda vez e depois de uma visita guiada ao Museu do Vaticano não pude deixar de admirar algo, na minha opinião invejável, na mentalidade do século XVI. No meio da barbárie e loucura que tão bem conhecemos, esta civilização muito admirava e incentivava os seus Artistas, os seus Pensadores, os seus Filósofos, os seus Poetas, os seus Matemáticos, os seus Astrónomos, entre outros...

Dentro de mim há dois mundos, dois universos, dois espaços etéreos e perfeitos. Dentro de mim há cores e luzes e árvores de natal com estrelas brilhantes e há também salas escuras, sombrias, vazias, empoeiradas. Dentro de mim há planetas cheios de vida, galáxias de estrelas e cometas e há buracos negros, profundos, infinitos. Dentro de mim há cidades cheias a transbordar de ruídos e suspiros e pressas tantas pressas. Dentro de mim há florestas misteriosas e húmidas onde nunca ninguém entrou, nem falou, nem cantou. Dentro de mim há oceanos, cascatas, rios e lagoas azuis e verdes como o céu, onde queremos mergulhar...

Há, na minha opinião, um equívoco no discurso do mundo do desenvolvimento pessoal, pelo menos daquilo que estou habituada a ouvir dos meus mestres, dos meus colegas e de mim mesma, até há pouco tempo. Durante muito tempo pensei, li e ouvi que há momentos que mudam a nossa vida. Momentos em que tomamos uma decisão que muda tudo. Momentos em que vivemos uma experiência que altera a nossa vida, para sempre, a partir desse momento. Mas aquilo que me tenho apercebido nos últimos anos é que qualquer mudança na nossa vida ou dentro de nós exige uma grande coragem. Vejo-o todos...

Hoje cheguei ao escritório pouco antes das 13h e estacionei entre dois carros num lugar bem apertadinho. Quando saí depois das sessões, às 21h, tinha o limpa para-brisas levantado e um bilhetinho a dizer "aprenda a estacionar”. Realmente quando olhei para o meu carro ele estava estacionado de maneira que parecia que estava a ocupar dois lugares. Pelos vistos ao longo da tarde, com carros a entrar e a sair, os outros condutores estacionaram de forma a que o meu carro, ali parado há 8h, parecia ter sido negligentemente abandonado a ocupar duas vagas :) Dei por mim no caminho até casa...

Comecei a escrever o meu livro esta semana e tem sido uma experiência incrível de muito prazer e real conexão com tudo o que sou e acredito. Mas, para além disso, estou a deparar-me com uma grande sensação de humildade e até friozinho na barriga em relação a alguns temas que estou a abordar no livro. São conceitos maravilhosos e imprescindíveis para a mensagem que quero passar, mas assim que começo a escrever sobre eles apercebo-me da sua grandiosidade e sinto-me pequenina, pequenina, pequenina...

Quando explico aos meus clientes o que significa Peer Group falo de várias coisas: Digo que é alguém que te apoia quando cais e que te desafia para ires mais longe. É alguém que te dá o ombro para chorares e que usa esse mesmo ombro para te empurrar e te incentivar a chegar mais longe. Mas uma das coisas que lhes digo é que alguém que é teu Peer Group quer que tu cresças e, quando tu cresces, ele quer que tu voes, mesmo que isso signifique que ele pode ficar para trás nesse processo. Hoje dei por mim a pensar na importância...

Já reparaste que quando tu fazes uma mudança qualquer na tua vida ou tomas uma decisão fora da caixa que sentes dentro de ti que é o que está certo para a tua essência, de repente, tens pessoas alarmadas a fazerem tudo por tudo para te convencer de que estás errado? O maior medo dessas pessoas não é o de que te espalhes ao comprido, é o de que acertes em cheio e lhes mostres o que elas estão a perder. Não o fazem porque são más pessoas ou porque não te amam, fazem-no simplesmente porque não estão conscientes do seu medo...

Há umas semanas fui tomar café com um antigo colega com quem não falava há cerca de 3 anos. Ele olhou para mim e com um ar desconfiado disse "Então conta lá como é essa vida de Coach. Vocês estão sempre tão felizes, tão bem. É mesmo assim?" Expliquei-lhe aquilo que já estou farta de partilhar contigo. Disse-lhe que não estou sempre bem, não estou sempre feliz. Tenho os meus dias. Há dias em que fico triste e choro e tenho pena de mim própria (apesar de ser difícil de imaginar, como me disse hoje um dos meus clientes). Por isso,...

Estes dias deparei-me com uma questão que me parece super importante acerca das oportunidades que surgem na nossa vida. Só neste fim de semana percebi que estavam a acontecer vários eventos gratuitos ou a muito muito muito baixo preço nos quais pessoas brilhantes faziam apresentações sobre as suas áreas de especialidade. Atenção, não estou a falar de pessoas quaisquer, estou a falar de ESPECIALISTAS, pessoas com décadas de experiência nas suas áreas de conhecimento e que decidiram OFERECER o seu tempo gratuitamente para partilhar o seu conhecimento e, quem sabe, influenciar positivamente o mundo nem que seja só mais um bocadinho. E...

Costuma dizer-se que, se um objetivo não te assusta, não te causa aquele friozinho na barriga, então não é um objetivo suficientemente grande para ti. Já ouviste esta frase alguma vez? Tenho a certeza que sim :) Nos últimos meses dei várias palestras e recebi, na minha sessão, várias novas pessoas e apercebi-me de um fenómeno super interessante. Decidi chamar-lhe o fenómeno de Invalidação. O que é isto da Invalidação? Na maior parte das vezes nos meus processos de Life Purpose Coaching, ajudar as pessoas a descobrir o seu Propósito de Vida é um processo relativamente simples e cada vez mais rápido. Tenho...

É difícil dizer qual foi “O” click. Acredito mais que a nossa vida é feita de pequenos clicks que vão acontecendo nos momentos chave e que devemos saber aproveitá-los. Hoje, depois de muitos clicks e a muitos clicks do final (espero eu J) sinto que estou na melhor fase de sempre da minha vida. E esse facto prende-se com a simples questão de que, nunca, jamais, em outro momento da minha vida estive tão bem comigo como agora. Este é momento em que mais gosto de mim, mais me cuido, mais me amo. Parece um cliché, mas acredito cada vez mais...

Descobrir como viver a vida com o seu Propósito de Vida, nem sempre é uma tarefa fácil. Este processo exige um trabalho de profunda introspeção e autoanálise para que consiga definir exatamente o significado que quer dar à sua vida, a forma como quer manifestar esse significado na prática e finalmente o ambiente e condições em que quer estar envolvido para o fazer. Este processo implica alguma dedicação e, muitas vezes o apoio de alguém especializado que saiba exatamente o que fazer para o ajudar neste percurso. No entanto, e só para complicar um processo que já por si é complexo, entram em...

Com as muitas dezenas de pessoas com quem já trabalhei na área da descoberta do propósito de vida e da criação do trabalho de sonho, existe uma frase que se encontra presente em muitos desses encontros e sessões de coaching. “Eu nunca fui daquelas pessoas que desde sempre souberam o que queriam ser quando fossem grandes. Sempre admirei essas pessoas e tenho pena de não poder ser assim.” Sempre que oiço esta frase lembro-me de quando eu a dizia a mim mesma e de como ela me trazia uma certa sensação de impotência inevitável. Esta frase insinuava que eu não tinha sido...

Imagine uma banda desenhada ou um filme de ficção científica em que a personagem principal é um super-herói. Agora veja as cenas de ação, em que os vilões começam a atacar os cidadãos indefesos e inocentes, com o objetivo de dominarem o mundo. Ouvem-se grandes explosões e o barulho das pessoas a gritarem em socorro o nome do super-herói. Agora imagine que o herói, com todo o seu potencial e superpoderes, não vai ajudar a população sobre ataque, tudo porque não faz a mais pequena ideia de que tem essas capacidades. Seria no mínimo um desperdício e bastante aborrecido para...

Paixão é energia de manhã à noite. É alegria de rir à gargalhada até doer a barriga e as bochechas. É fazer o inesperado e surpreender. É calor e frio alternadamente. É calor porque queima e faz suar e é frio porque arrepia de dentro para fora. Paixão é provar uma comida nova sentada no chão, comendo com as mãos e lambendo os dedos no final. Paixão é ter novas experiências todos os dias e conhecer sempre algo novo. Paixão é cantar aos berros no carro mesmo a desafinar e é fazer da sala de estar a melhor discoteca da cidade e...

Quando olho para alguém, olho para um enorme aglomerado de infinitas possibilidades. O universo criou-nos como seres fabulosos e cheios de potencial. Cada um de nós representa um sem número de oportunidades e potencialidades que quando utilizadas e aproveitadas no momento certo podem revelar-se de formas magníficas, inimagináveis e às vezes um pouco loucas.   A coisa mais triste que existe é olhar para alguém com essa mesma sensação de infinititude e perceber que, por algum motivo, essa pessoa se condiciona a viver todo esse potencial maravilhoso. Nada me entristece mais do que me deparar com alguém que poderia viver tudo o que...

Bem-estar é designado pela psicologia como a parte subjetiva da saúde mental e é dividido em duas componentes: a componente cognitiva, que analisa os níveis de satisfação pessoal com a vida; e a componente afetiva, comummente designada como felicidade. Esta definição descreve a possibilidade de qualquer pessoa pensar ou saber que está bem, mas, no entanto, não se sentir necessariamente bem. Conhece alguém que já tenha experimentado esta sensação? Talvez alguém que conheça pessoalmente? Talvez você próprio? Eu sei que tive esta experiência na minha vida algumas vezes. A sensação incompreensível de que não estava bem, apesar de tudo na minha vida...

Existem muitas áreas de vida em que fomos ensinados que a nossa felicidade não depende de nós e não é da nossa responsabilidade. Temos um trabalho que não nos faz feliz e culpamos o nosso chefe ou os nossos colegas. “Se eles não fizessem X ou Y, eu seria feliz”. Estamos num relacionamento que não nos realiza e culpamos a pessoa com quem casámos ou namoramos. “Se ao menos ele mudasse, eu seria feliz”. Não temos dinheiro para fazer algo que gostaríamos e culpamos a nossa origem ou o governo. “Se eu tivesse nascido noutro país, ou se viesse de uma...

“O que preferias ser … Feliz e Pobrezinha OU Infeliz e Abastada?”.   Quando me fazem esta pergunta respondo sempre que preferia ser Feliz E Abastada. Normalmente a pessoa fica a olhar para mim com uma cara de admiração como se para ela fosse uma surpresa o facto de existir outra possibilidade. Na área do desenvolvimento pessoal vejo muitas pessoas a escolherem o seu lado espiritual em detrimento da sua estabilidade financeira, como se para viver como um ser espiritual fosse obrigatório viver com dificuldades. Quando me dizem “O dinheiro para mim não é importante” a minha pergunta seguinte é “Estás com dificuldades...

Já lá diz o ditado “Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és”. É difícil de negar a influência que a energia dos grupos tem sobre os indivíduos. O tipo de energia do grupo pode e certamente irá ter um impacto significativo nos elementos individuais que o constituem e isso pode ser tão possibilitador como limitador. Hoje venho apresentar o conceito de Peer Group. Já alguma vez ouviu falar? O que é um Peer Group? O Peer Group, tal como o nome indica é o seu grupo de pares. Apesar desta denominação estar muitas vezes associada a pessoas do nosso âmbito profissional, o...

Querida amiga, Autosabotagem: Há muito tempo que não te via, há mais de um ano para ser precisa. Devo confessar que pensava que te tinhas ido embora definitivamente e que nunca mais teria o "prazer" da tua companhia. No último ano, aprendi a viver sem ti. Não foi fácil, é verdade. Aconteceram muitas coisas na minha vida pessoal e profissional, mais do que seria possível partilhar contigo nesta carta. Foram meses desafiantes, não vou mentir. Dei muito de mim e abdiquei de muitas coisas para colocar em prática todos os meus planos. Mas, hoje posso dizer-te que estou super Feliz. Nas últimas semanas, tornei...

Quero ser eu hoje, quero ser eu do princípio ao fim. Quero ser quem sou porque não faz mal. Quero ser eu porque ser eu é bonito, feio e bonito por ser feio. Quem sou eu? Quero ser eu hoje. Como posso querer ser algo que não sei o que é? A fronteira que separa o meu eu do eu dos outros desapareceu e, de repente, já não sei quem sou. Já não sei quem de mim me pertence ou me foi oferecido por outras pessoas. Preciso de estar só comigo. Não sei onde estou, onde começo e onde acabo. Não sei quais são as minhas formas e extremidades. Não...

Houve um dia em que decidi que ia ser Feliz. Comecei por me questionar acerca do que isso significava exatamente para mim. Percebi que a minha felicidade depende exclusivamente de mim, das decisões que tomo na minha vida e da maneira como essas decisões estão de acordo com aquilo que são os meus valores. É obvio que acontecem coisas más na vida de todas as pessoas e que isso nos pode abalar, mas a verdade é que para pessoas diferentes, a mesma situação pode ter interpretações totalmente opostas. Por esse motivo, acredito que não são as situações de vida que influenciam a nossa...

Uma das coisas que mais me caracteriza é o meu sentido prático. Sou daquelas pessoas que não gosta de enrolar e não tem tempo a perder. Aliás, esta minha característica, apesar de acreditar que me trouxe até onde estou hoje, é por vezes algo difícil de gerir, visto que se apresenta nos mais variados contextos da minha vida. Detesto esperar pelo elevador, normalmente saio de casa, carrego logo no botão do elevador e, enquanto ele não chega, vou trancando a porta de casa e procurando as chaves do carro. Nunca na vida me passaria pela cabeça sair de casa, trancar a...

Quando somos questionados a nomear as pessoas que conhecemos e consideramos autoconfiantes não é invulgar escolhermos pessoas que identificamos como destemidas e audazes, aquelas pessoas que sabemos serem as primeiras a dar o murro na mesa quando são confrontadas com realidades que vão contra a sua própria essência. Autoconfiança é, normalmente, associada aos Mourinhos da nossa vida, às pessoas que têm o atrevimento de serem quem são, independentemente do julgamento dos outros e, por isso, muitas vezes acusadas de arrogantes e em relação às quais aproveito para manifestar a minha profunda admiração. Mas este artigo é sobre outro tipo de pessoas, sobre outro...